quarta-feira, 19 de agosto de 2009

O GENE AMALDIÇOADO


Um gene se pos entre uma fenda curiosa do cérebro e ali repousou. A tal fenda fica entre a genialidade e a habilidade de comercio.
Quando alguém nasce com este gene, torna-se maldito. Tende a ser um réprobo entre os bufões. Quer dizer, enquanto o mundo pertence aos idiotas, estes malditos se tornam pobres estatuas para enfeitar museus após a morte, se é que alguns conseguem tal feito.

Sabe-se, por exemplo, que as coisas geniais que se tornaram conhecidas ou foram roubadas ou compradas por míseros preços. Por isso existem os mecenas, os caçadores de talentos e os falsificadores, sem eles a humanidade seria um paupérrimo sitio de bosta, pois, os mecenas e os mercadores sabem negociar o que é bom e o que não é; mas os malditos com o tal gene, serão sempre excluídos, cientistas e magos do conhecimento supremo, contudo, sem ânsia de domínio, ambição talvez, de pouquíssimas coisas.

Queria aquele moleque ter todo o material de desenho que o filho da puta do idiota endinheirado tem pra dominar o mundo. E que tal aquele pequeno tocador de guitarra empenada ter toda a coleção de pedais analógicos e parafernálias eletrônicas necessárias para ser o maior musico do mundo?

O gene amaldiçoado esta na célula de meninos de ruas, de desenhistas, poetas, escritores, músicos e toda a laia nojenta que passa fome ou corta a orelha por não conseguir se quiser material suficiente para a produção daquilo que instintivamente sabe fazer.

Quem nasceu com o gente comum a todos é o que corrobora de tudo o que o mecenato vende, o que nasce com o gente maldito se sente de alguma forma incomodado com tudo e se martiriza por não entender por que não é igual a todo mundo. Por que sempre anda na contra mão. Por que não consegue assumir a condição de pessoa comum entre todos.

Maldito gene, maldito gênios pobres que por poucos são conhecidos, mas que por muitos é conhecido a sua obra com outros nomes. Maldito gene. Maldito gênios de poucos. Maldito seja!

Nenhum comentário:

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.