segunda-feira, 19 de julho de 2010

A TRUPE DA DONA HELENA


As noites em Palmito City andam meio devagar. Bares com atrações só mesmo a Trupe do Botequim que vem segurando a onda. É onde ainda se pode ficar até mais tarde, ou mais cedo do outro dia, ouvindo um som e encontrando uma galera variada.

Tava tudo indo tranqüilo pro povo do Bar, já que pra proporcionar o ambiente que tava faltando na cidade eles fazem como todo bom lugar, cobram o preço em cima do consumo. A Long Neck é cara, mas o couvert é justo já que vai para o artista.

O problema é que por traz do banner que faz parede para o artista tocar, a Senhora Dona Helena, decidiu colocar uma situação mais confortável para a moçada. É que com a única desvantagem de não ficar vendo o artista de frente ela serve cerva em garrafa e não cobra o couvert. Daí rola que a galera ouve o som ao vivo, conversa com o mesmo povo, porém, com menos custo.

A situação tomou uma proporção de cisão de tribos. Daí ficam do lado de lá, na calçada do Bar, aqueles que se mantém fiel, sendo que, mesmo alguns deles já deixaram bem claro que o lance mais bacana é trocar idéia na calçada da tiazinha e do outro a galera que não tá nem ai. Já que a parada é Capitalismo e não irmandade, melhor mesmo é consumir barato e ter a noite ganha.

O único problema é se o povo lá da Trupe ficar peidado e decidir acabar com a parada, ai a tiazinha vai ter que colocar som, cobrar couvert e mudar ou manter o preço da bebida, se fizer isso, pode ser que caia no mesmo laço que armou.

A maioria já pleiteia uma idéia em comum que seria tirar o banner e democratizar a calçada que a todos pertencem mesmo, assim, quem quer ver de frente o artista e valorizar a proposta do bar fica na Trupe e quem quer segurar a onda na grana e ainda assim não perder a noite, fica com a Dona Helena. E olha, pelo jeito que a coisa anda, parece mesmo que vamos andar para uma democracia ou levantamento de um muro de concreto, espero que isso não dê merda, vamos esperar para ver.

Nenhum comentário:

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.