segunda-feira, 25 de maio de 2009

POEMAS MARGINAIS

Apologia ao contratempo

O velho relógio que solitariamente exercia sua função de contar os dias, pendurado na parede parou. Sentado do lado de cá olhava para ele e me alegrava com o seu descanso. Junto, foi o tempo. E foi tão boa a sensação de que as marcações do cotidiano não valiam mais nada.O velho relógio que exausto do labor descansou alguns dias caiu. Penso que os pregos que o seguravam na parede antiqüíssima também não se sustentaram com as eras. E eu, do lado de cá me entristece. Fiquei de tal modo incomodado com o relógio que guardei em uma caixa. Não quis mais dar corda, nem pendurá-lo.Do lado de cá vi no relógio a efemeridade das coisas, a transitoriedade do viver, o cansaço dos dias.Pensei comigo, se o tempo é um carrasco, por que te fazer sofrer? Por que não contrariar o processo temporal e aproveitar os poucos farelos da ampulheta para algo melhor, do tipo te amar incondicionalmente e ver que o que vale a pena é apenas o momento em que podemos estar juntos? Que tal matarmos a droga do tempo?
Não quero ler livro algum. Nem ver filmes ou falar de coisas pertinentes o que é e o que não é. Quero fugir com você. Quero matar a mim mesmo em função da tua segurança e proteção. Pronto! Chega! Decidi de vez. Não olho mais a porra do relógio. Vou fazer melhor: esquecer o passado, não pensar no futuro e tão somente rir da dualidade que é viver ou sobreviver.Já chega! É fraquíssimo demais ter que ver teus olhos cheios de lagrimas por culpa da vaidade.Quando o velho oráculo me orientou sobre as coisas certas da vida e o tempo eu zombei da cara dele e isto foi extremo demais para que fosse perdoável, mas que se dane, de agora em diante, nem oráculo, nem tempo e nem medo me dominam mais, o velho relógio está na caixa e a decisão foi tomada: cuido de você e nem ele e nem ninguém me farão jamais mudar de idéia. Mas e o tempo? O TEMPO EU O TRAGO DENTRO DE UMA PEQUENA CAIXA ENFEITA COM ADORNOS FEITOS POR UMA VELHA AMIGA MINHA CHAMADA LOUCURA!!!

Texto: Intolerante

Desenho: Renata

Um comentário:

Rê disse...

SIMPLISMENTE perfeito!

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.