terça-feira, 19 de maio de 2009

André Macambira lança cd em Palmas

Por Aluisio Cavalcante

Lançando seu primeiro CD, o cantor e compositor pernambucano André Macambira já tem uma história marcada por influências de várias partes do Brasil. O trabalho reúne composições próprias e outras ao lado de parceiros, como Cláudio Noah, Emy Porto, Zeca Tocantins, Gilson Cavalcante e Zeh Rocha.

O Cd é permeado por ritmos nordestinos como xote, coco, xaxado, maracatu, boi e ciranda, com o toque marcante dos violões, presentes em todas as canções. Gravado no Estúdio Central da Música, do Recife, o álbum conta com a participação de grandes músicos da cena cultural pernambucana, como Renato Bandeira (viola e guitarra), Beto Hortis (acordeon), Bráulio Araújo (Baixo), Hélio Silva (Baixo), Vitamina (Percussão), Lucas dos Prazeres (Percussão), Vinícius Sarmento (violão 7 cordas).

Além dos vocais de Nena Queiroga e Carla Mariz, e da participação do cantor Mazo Melo, com quem divide as vozes na música Mancada e de Talitha Accioly, que além de sua produtora, participa da faixa Anjo Louco.

História - Macambira teve suas primeiras lições musicais com seu avô, em Serra Talhada -PE, onde nasceu. Na antiga radiola se ouvia de Luiz Gonzaga a Perez Prado.

O início na música foi logo aos 11 anos de idade, em Alagoas, quando começou a se apresentar na escola e em clubes da região tocando os grandes nomes do rock brasileiro da década de 80. Com 15 anos, em Belo Horizonte, Macambira começa a se dedicar exclusivamente à música, quando surge suas primeiras canções.

Na capital mineira se apresentou em diversas casas noturnas onde ganhou notoriedade entre os artistas locais. Três anos mais tarde, se muda com a família para Palmas-TO, onde sua música realmente criou identidade.

Em Palmas, participou de coletâneas, formou a banda Balahara e ganhou festivais. Nos últimos anos André Macambira passou por São Luis do Maranhão, Aracaju, São Paulo e após um período em João Pessoa voltou ao Recife.

Por onde passa, o músico carrega na sua bagagem um pouco da história musical de cada região. Sua música tem um estilo singular, uma mistura que se reflete claramente em seu primeiro CD.

Contatos:

81-8618.906381 - 9187.0121


Site:

Nenhum comentário:

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.