sexta-feira, 27 de março de 2009

JUVENTUDE AMORTECIDA. ELES CONSEGUIRAM?

Desenho do SURTUR

Sabe como é que o capitalismo sufoca um jovem? Tornando a sua mente uma privada, sim privada no sentido de latrina e no sentido de retenção de suas idéias. Quando joga o jovem numa situação de menos preocupação com ideais e mais preocupação com necessidades pessoais.

Mais ou menos assim: “como vou me envolver em questionamentos sociais, políticos e ambientais se eu tenho uma família toda fodida pra me preocupar?” Tudo o que eu quero é pelo menos descolar um trampo bacana pra me manter e pronto, que se dane o resto!

Com isso a juventude deixa que o câncer dos cães sarnentos políticos e capitalistas corroam ate a crosta da sociedade, por que os únicos que ainda têm força, estão invalidados, ou pelas propagandas consumistas (neste caso os chamados mauricinhos e patricinhas que estão preocupados neste momento em juntar uns trocados pro show do Jammil) ou pela perseguição da praga dos males da modernidade, tipo desemprego, dramas psicológicos e inquietações espirituais (neste caso os chamados pobres).

Há na propaganda jornalística um antagonismo no tocante a crise econômica que envolve o jovem, de um lado é que existe desemprego em alta escala, de outro que existe vagas, mas o jovem está despreparado. E ai o porco neoliberal nojento fala: “é por que esses vagabundos só querem ficar fumando maconha o dia todo e não quer trabalhar”. Ou então ou intelectuais imperialistas: “São burros! Nasceram com limitações e são incapazes de alcançar um grau de superioridade exigido, e então, lhes sobra o vandalismo”.

Todos estes pontos pelo qual o jovem é analisado são vistos de um mirante donde quem fala está em um grau de vida melhorado e não consegue considerar a idéia de tempo, de alcance de informação, família, lugar de origem, socialização, entre outras coisas.

Na verdade há uma fratura exposta no âmago do otimismo da juventude moderna, em que o interesse não é mais discutir porra nenhuma, mas sobreviver, é isso, se pelos menos conseguir comprar a bike da hora, já ta de boa.

Mas aqui encontramos o grande problema da sustentação da maldição do mundo novo, pois, ao se privar de lidar com questões políticas e sociais, os Senhores Feudais manda nos feudos sem nenhuma resistência, pois o jovem foi amortecido pelas lastimas plantadas pelos próprios senhores para que não se movam contra seus sistemas.

Grande coisa estampar em livros de histórias caras pintadas que derrubaram um governo. Derrubaram nada, só desfilaram na rua e viraram bibelôs, o cara já tava na lama, por que quem derruba são os mesmos que levantam.

O problema da juventude, principalmente na palmitocitolandia é que acha que se envolver com política ta sendo menos Punk, ta não COMPANHEIRO, você só está deixando a mercê dos cães que ladram.
É preciso que as bandas de rock se reúnam em dias comemorativos, como Dia do Trabalho, aniversário da cidade, do estado e tantas outras comemorações hipócritas afim de discutir as questões sociais, e não somente ficar fazendo letras de protestos sem ações de fato.

Vemos Pais, o Estado e a cidade ser surrupiada de todos os lados e apenas se discute em rodas isoladas entre poucos. Ações, manifestações com envolvimentos e ativismos. Droga. É tão difícil entender que o que conta não é simplesmente pintar cara, mas, estar a par de como a maquina funciona? É tão difícil assumir um posicionamento frente as inconveniências e leviandades abruptas que escacham a dignidade de uma geração?

Parece mesmo que eles queria amortecer uma juventude e conseguiram, como cantava o cara do Alice In Chains somos mesmo “THE MAN IN THE BOX”.

Um comentário:

BK disse...

Não é bem isso.
O capitalismo é apenas uma teoria.
E como toda teoria pode ser bem ou mal aplicada pelas pessoas que dela se fazem usar.
Você está tentando encontrar um culpado pela letargia da juventude.
Essa culpa eé da própria juventude e não do sistema disso ou daquilo.
A molecada simplesmente não quer.
Seja porque papai não estimulou, porque a mídia não deixa, porque é pecado...
Mas a verdade é que eles não querem mudar nada.
Porque nada vale a pena ser mudado.
Mudar prá que?
Prá que mudar?
Seus valores estão ultrapassados, cara.
Você é um fóssil.
Conforme-se.

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.