sábado, 28 de março de 2009

HIP HOP EM GRANDE ESTILO MESMO




Por Carlos de Bayma e Erval Benmuyal

Contrariando as muitas expectativas, o show dos Racionais MC’s transcorreu em clima de paz. Nada de violência, nenhum incidente, nada! Como havíamos dito anteriormente, a presença no Tocantins do maior grupo de rap do Brasil significaria passos importantes na consolidação do movimento hip hop na Capital.

O grupo chegou a Palmas na sexta-feira, 13, lua cheia, e os fãs surpreenderam os organizadores, chegando antes dos mesmos ao aeroporto. E ao contrário do que muitos diziam, o grupo se mostrou bastante acessível e cordial. Aí já se sabe, sessão de fotos e autógrafos. Conversa vai, conversa vem.

A pré-festa Racionais MC’s Família Vida Louca, ainda na sexta, no Alta Tensão, contou com as presenças de Cirurgia Moral e DJ Marola (VSM), ambos do Distrito Federal, e do VJ Davi (TO). Quem também apareceu por lá foram os racionais Edi Rock, KL Jay, Dom Pixote e Rosana Brounx.

Na tarde de sábado, 14, na Conexão Hip Hop (em frente à praça da 303 Norte) a coisa ferveu, uma multidão presenciou a aparição de rappers, DJ’s, b. boys e grafiteiros da norte, da sul, ou melhor, de todas as quebradas da Cidade. Edi Rock e KL Jay novamente marcaram presença.

O Show ou a Grande Noite do Hip Hop

O show começou tarde, isso é um fato. A previsão dos organizadores era que os Racionais subissem ao palco por volta das 2h da manhã, pois vários rappers e b. boys se apresentariam antes. Estilo Brutal Crew, Professor Robson e Os Sombras do Hip Hop apresentaram o melhor do break. Rock Jr. e companhia mandaram bem. DJ Marola (DF) e DJ George (TO) riscaram o melhor do rap nacional ao gospel, Markim Dazantigas levantou a voz em nome do rap e da paz. Cirurgia Moral trouxe rap bom e a saudação dos manos e minas do DF.

E um pouco de atraso aqui, um pouco ali, de modo que o grupo iniciou sua apresentação quando já havia passado alguns minutos das 3h. Algumas pessoas não conseguiram esperar tanto. E perderam, nossas sinceras desculpas. Os Racionais MC’s mandaram ver. Músicas novas, as clássicas. E a multidão cantou junto, ecoando musicas que retratam a realidade da periferia brasileira, no Espaço Cultural, o coração da nossa querida Palmas.

Fomento ao hip hop, diálogo e cena

A vinda dos Racionais MC’s a Palmas, foi uma iniciativa do Projeto Circuito Hip Hop em parceria com a Conexão Hip Hop, esta ação se deu através de benefícios do Programa de Incentivo a Cultura – Palmas Pra Cultura, da Fundação Cultural de Palmas.

O Circuito cria mecanismos que objetivam a integração dos atores, grupos e organizações que formam o movimento hip hop da cidade, na perspectiva do fomento e difusão dos produtos e valores dessa manifestação da juventude. Diversas outras ações compreendem o projeto nas áreas de arte, cultura e cidadania, interagindo ainda com o lazer e os esportes de rua, sempre valorizando os hábitos e costumes da cultura hip hop. O Projeto dará continuidade nos meses de abril, maio e junho.

Outra proposta é o diálogo junto às diversas manifestações culturais, em especial as que expressam a urbanidade, sejam movimentos alternativos, com destaque neste momento ao Tendencies Rock Festival, Festival PMW, Agosto de Rock, Bar Alta Tensão, Programa Mano a Mano – 96FM e a
http://revistaintolerante.blogspot.com na promoção do show Racionais MC’s; ou aos grupos de capoeira, teatro de rua, bandas da musicalidade urbana, atrações circenses e demais que estão sendo convidados para dar continuidade ao nosso Circuito Hip Hop.

Também não poderíamos deixar de observar que o debate a cerca da manifestação hip hop em nossa capital não se dá apenas no cenário artístico, outros tópicos são apontados, além do lazer buscamos oferecer ao público contato e reflexão sobre um conjunto de questões encaradas no dia-a-dia por um cidadão jovem frente às incertezas e ao vazio utópico de nosso tempo.

Coube muito bem a apresentação dos Racionais MC’s em Palmas, no período em que se realizava a Conferência Estadual Anti-Drogas, e num momento em que também, os principais noticiários destacavam em seus cadernos a banalização das praças e espaços de lazer nas mãos do tráfico de drogas, prostituição e o crime; a violência crescente entre a juventude; entre outras situações vulneráveis a nossa sociedade.

Podemos dizer que o fomento a manifestação hip hop merece um olhar mais amplificado, a parceria com a iniciativa privada foi e sempre será essencial, nossos veículos de mídia com toda certeza também nos ajudam muito, merecem o nosso reconhecimento. Mas nosso segmento ainda está escasso de políticas próprias, em especial junto aos órgãos de cultura e juventude. Mas claro, não podemos deixar de referenciar a atenção e parceria das fundações culturais de Palmas e do Tocantins, Prefeitura Municipal de Palmas, CUFA-TO, Secretaria de Segurança Publica, Corpo de Bombeiros e outros diversos órgãos voltados para a segurança e bem estar da população, na realização do Show Racionais MC’s ao vivo.

É o que podemos chamar de hip hop em grande estilo, mesmo!

Carlos de Bayma é jornalista, escritor e compositor.
Erval Benmuyal é Produtor Cultural

Um comentário:

Gabriela Thomé disse...

Eai Galera de Palmas , eu tenho um pequeno grupo todos iniciantes nós moramos em Palmas , e estamos querendo danar hip-hop só que não sabemos nada , nem o basico . Eu tenho esperiência em Ballet mas não em Hip-hop , gostaria de saber se tem alguem aqui em Palmas que tá disposto a passar o basico do basico pra nós . Se alguem tiver interesse entre em contato meu numero é 84432523 . Meu e-mail é gaby_6574@hotmail.com .

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.