sexta-feira, 12 de setembro de 2008

A MALDIÇÃO DE HELIO. PALMITO CITY CASTIGADA, AS ALTERNATIVAS.

Ele desceu rumo as bandas do Norte puxando sua biga encandescende. Em sua mão, o chicote de fogo, em seu coração, a inteção de castigar os humanos desprovidos da segurança. Pirós, um de seus cavalos flutuava sobre o lago de Palmito City, baforando agonizantes tomos de fogo sobre a água, provocando uma nuvem que se evaporava formando um lençol de fumaça cobrindo a cidade. Enquanto isso, HELIO liderava um verdadeiro churrasco urbano, cuja vitimas eram os próprios moradores. Helio estava tão famigerado pelo ódio que não havia piedade em seus olhos. Velhinhos vendendo picolés coberto por trapos de tecido que protegem dos seus raios, mas que aquecem em 5 por cento a agonia. Crianças, grávidas, bebados e religiosos fanáticos dentro de uma lotação espremidos e em total estado de desespero, enquanto o buzão faz voltas ressacantes, tal como um ébrio em estado de cambaleio. Nos consultórios médicos e corredores dos hospitais públicos, enumera-se cada vez mais vitimas do cancer de pele, alem de muitos casos de alergia cronica e problemas respirátorios.

Era o mês de setembro em Palmito o dia em que ele decidiu anunciar o apocalipse do sol. Termômetros digitais espalhados na cidade apontam de 30 a 40 graus, se na real não estiver mais quente.
No final de semana as ruas vazias, aliás, elas já são vazias fim de semana, mas agora estão mais ainda, enquanto as beiras do lago se enchem de pessoas tentando fugir da maldição de Helio.
Pra falar a verdade os lugares mais apropriados para fugir da maldita vingança do el sol, por terem feito uma Capital no fundo de uma panela do purgatório são as beiras do lago e Taquaruçu. Já que em ambos tem –se comida, sombra e água para banhar.
Mas Helio não nos destruíra tão facilmente. Aponto aqui algumas alternativas para os pobres indefesos que não tem refrigeradores celestiais em suas paredes, alias, os malditos que fizeram esta cidade não estão nem ai para Helio, pois, ou estão em suas lanchas cheia de meninas novas lambendo os seus sacos, ou dentro de suas cavernas refrigeradas por centrais de ar domésticas.


No dia 7 de setembro foi louco demais. Um domingo cozido. Fui pra casa de um amigo meu e então veio a primeira alternativa pra você que não gosta das quase praias da Capital com aquelas músicas miseráveis que aumentam o castigo de qualquer pagão.

Mangueira pendurada como chuveiro.

Enquanto uma caranha assava e a gente ouvia o CD da banda http, tomando Coca, uma magueira foi pendurada em um gancho que tinha no muro e então veio o refrigério. É uma boa, pois quando Helio achava que a gente ia morrer assado pelo seu sopro a gente corria pra baixo do chuveiro improvisado.

Quiosques.

Um lance legal é porque as praças da Capital estão cheias de Quiosques. Além de arborizado e com um telhado que faz sombra, é legal juntar uma galera tocar violão e tomar uma brêjinha, caso contrário, dá até para falar com o dono do quiosque pra colocar um disquinho que traz na capa “as melhores do rock”.

Shopping.

O shopping é bacana porque é refrigerado, mas nem sempre a galera ta de boa de grana pra subir os degraus da galeria dos encontros dos eminhos, então, as outras opções ainda vão ficando melhores. Só que, mesmo assim, ainda é um bom lugar. Quando prefiro ficar um pouco sozinho, compro minha Revista Piauí na banca que fica no Shopping mesmo e sento na praça de alimentação. Mas não vou ler não moço, é barulheira demais, é só pra colocar em cima da mesa e ficar tomando meu chope de vinho olhando as ilustrações. (quem já leu a Piauí sabe que tem muitas).

Conveniências

De conveniências uma boa opção é o Posto Eldorado. Tem um espaço adequado e é bem refrigerado. Dá pra ligar pros camaradas e tipo trocar uma idéia bacana tomando uma long neck.


"Escondam-se, escondam-se, corram e improvisem da melhor forma possivel os seus refugios pobres mortais inúteis. Façam uma prece a quem possa vos socorrer Palmito City, pois Helio vai aquecer as vossas moleiras. HA, HA, HA, HA, HA...."

Um comentário:

thiago disse...

Thiago Ramos passando por aqui e forneçendo sinal de vida...
estou produzindo charges e logo logo, vou entregá-las ao Rivaldo para serem postadas neste blog...
"LASCAS DO COTIDIANO ou FATIAZINHAS DE UMA VIDA MISERÁVEL"... até e obrigado.

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.