quinta-feira, 24 de novembro de 2011

OPINIÃO: EXPANSÃO BANDEIRANTE EM PALMITO CITY


Imagem do jogo Cityville: Quem gosta de expansão que jogue Cityville.

Sabe-se que o Brasil foi sendo descoberto pelas beiradas, a partir do litoral , sendo que os bandeirantes foram os piratas da terra que se embrenhavam nas matas, a fim de explorar o coração no novo mundo. O termo Anhaguera significa "Diabo velho". Foi o nome dado aos expansionistas, cujo propósito era o mercado das riquezas tupiniquins. Tradição mais forte dos bandeirantes em suas entradas está por aqui mesmo, nas terras do Goiás, tanto que lá na Av. Anhaguera em Goiânia tem a estátua do Diabo velho com seu trabuco na mão.

O Anhaguera assustava o povo simples com pólvora, quando viam o fogo queimando do disparo do trabuco imaginavam que fosse uma divindade, rendendo-se aos seus domínios.

No dia 16 de novembro de 2011 houve o maior pandemônio no encontro que visava discutir a expansão territorial da cidade na câmara de vereadores de Palmito City. De um lado a UFT (Em que o Reitor tomava frente, oportunista, tendo em vista às eleições, assim como o interesse de liberar internet free em toda a cidade), críticos de opinião pública virtual, representantes do povo e uma parcela de ruralistas que defendiam medidas de organizar a distribuição não burocratizada das comunidades dentro da cidade que se encontram “irregulares”. Do outro lado, políticos interessados em entrar território a dentro aumentando assim a atividade imobiliária além do acúmulo entre “chegados” de “lotezinhos” que logo serão “prediozinhos”. As famosas entradas dos bandeirantes. Os velhos diabos achavam que iam atear fogo na pólvora e povo ia dar pra trás achando que era uma grande coisa e ignorando as estratagemas organizadas as escuras, tiro errado.

Dias atrás eu havia lido uma discussão no Facebook, aberta pelo Ivanberto, que lincava o meu nome a de outros no interesse que olhássemos o assunto. Era sobre a expansão. Depois, vi pessoas se mobilizando em contra pontos à expansão pelo Facebook, o que deflagrou logo mais no posicionamento de muita gente antes mesmo dos jornais locais discutirem a respeito.

Sendo comentadas as coisas antecipadamente na rede social, o povo se arma e o idiota do politico que acha que vai jogar banana para macaco acaba sendo surpreendido pelo poder de resistência do povo. No espaço virtual é possível informar a respeito de como andam as coisas de uma forma menos dependente do que dizem na TV por exemplo. No caso da expansão, os caras podem até aprovar, passando por cima de tudo, a lei que beneficia os piratas territoriais de Palmito City, contudo, fica a partir desse exemplo de contra posição, a idéia: “tramam e fazem como querem, mas não apoiados pela ignorância e omissão do povo que agora discutem entre si os meandros da politica da cidade”

(Intolerante)

2 comentários:

Paulo César Jr. disse...

todo esse pseudo progresso que esses vereadores colocam nada mais é que uma ação estratégica imposta pelos empresários do ramo imobiliário que encontram numa cidade saturada por imóveis a queda repentina do crescimento econômico. Como tudo é uma questão de representatividade esses empresários já compram a briga desses políticos para que esses merdas fiquem submetidos a favorecê-los quando hover interesse em algo. Tudo remontagem do processo de expansão ocorrido nas décadas passadas, ou seja, Palmas já é fruto de uma expansão pseudo progressista, onde se constroe uma cidade com mão de obra composta de pessoas "ignorantes", que depois são expulsos para a periferia e viram a escória sem direito a ter uma parte na cidade que eles construiram para os grandes magnatas vindos do sul e sudeste. Logo essa cidade é segmentada com lugares em que só a alta aristrocacia pode frequentar, morar, estudar e se relacionar. falam em alienação da maioria algo que nunca existiu o que houve foi que para os burgueses sempre foi interessante manter a classe ultra baixa sem muitas informações para que elas não se revoltassem e tomasse de volta o poder que lhes foram roubados, mantendo politicas neoliberais de assistencia social como cartões bolsa miséria e o mínimo de serviços básicos

Anônimo disse...

os mercadores de ilusões estão querendo legitimar seu poderio financeiro frente ao interesse público. é complicado camarada...

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.