segunda-feira, 18 de maio de 2009

MARCELO TAS CONFERE REVOLUÇÃO DIGITAL DE ALUNOS DA REDE PÚBLICA

Para quem conheceu Palmas há 15 anos, poder voltar à capital do Tocantins e ver que as estreitas ruas de terras recém abertas entre um imenso canteiro de obras deram lugar a amplas avenidas pavimentadas, áreas verdes floridas dividindo espaço com prédios e construções volumosas, já causaria surpresa.

Para o jornalista e apresentador Marcelo Tas, a esta sensação foi acrescentada por duas outras ocasiões especiais. A primeira foi a de ser recebido como um ídolo de rock no 5 Salão do Livro, por uma platéia mais de mil pessoas.

A segunda e mais inusitada, foi ver de perto como jovens estudantes da rede pública do Tocantins estão transformando o ambiente escolar a partir das novas tecnologias de informação.

Durante quase duas horas, Tas mergulhou no universo da cultura digital e da mobilidade desenvolvida por jovens moradores do maior e mais populoso bairro da capital tocantinense, o Jardim Aureny, onde está sediado o primeiro núcleo de incentivo a formação e produção de audiovisual especializado em vídeos de bolso do Brasil, o Telinha de Cinema.

A iniciativa, desenvolvida pela ong Casa da Árvore e pelo Instituto Vivo, há três anos vem transformando esses alunos nos principais agentes de modernização do ambiente escolar, através do desenvolvimento de habilidades tecnológicas, artísticas e intelectuais, proporcionado pela produção vídeos com uso de telefones celulares.

Durante quase duas horas Marcelo Tas assistiu e debateu sobre os vídeos produzidos no projeto, falou um pouco da sua experiência com as novas tecnologias digitais e suas aplicações sociais.

Os estudantes aproveitaram a oportunidade para conhecer melhor o trabalho, a vida e as idéias deste mineiro erradicado em São Paulo. Apesar da tietagem, desencadeada principalmente pelo mais novo trabalho de Tas na TV, o programa humorístico CQC, os meninos e meninas do Telinha arrancaram do jornalista informações, conselhos, elogios e confidências.

“Quando comecei a mexer com vídeo, produzia algo muito parecido com que estou vendo aqui”, revelou.Certo de que o futuro da educação passa pelo uso das novas tecnologias, o jornalista criticou as tentativas de inibir o uso dos telefones celulares na sala de aula e de controlar o acesso público a internet, desencadeada por políticos no Congresso Nacional.

Em meio a parafernalha digital manipulada pelos jovens do Telinha, Tas reforçou a necessidade dos educadores e gestores de educação acompanharem a velocidade das transformações tecnológicas já vivenciadas com muita naturalidade pelas crianças e adolescentes.

Antes de se despedir Marcelo Tas pode conferir o material didático produzido pela coordenadora do projeto, Leila Dias, e pela educadora Pricilla Lima.

O manual de vídeo de bolso é o primeiro desenvolvido no Brasil e reuni teoria e sugestões de atividades, além de indicações de livros, filmes, sites e outras fontes de pesquisa sobre a sétima arte, cultura digital e educação. “Estamos concluindo este trabalho e logo poderemos disponibilizar através da internet, onde poderá receber colaborações e servir de base para professores e alunos se familiarizarem com esse novo mundo”, conclui Leila Dias.

Todo trabalho desenvolvido no projeto Telinha de Cinema pode ser conferido no blog www.telinhadecinema.blogspot.com.


Por Aluisio Cavalcante.
Jornalista e vocalista da banda Caixa de Marimbondo.

Nenhum comentário:

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.