terça-feira, 27 de janeiro de 2009

SELETIVA TENDENCIES ROCK E A BANDA NIRVANA



Poetas do Caos. A alquimia perfeita do rock de um novo tempo: simplicidade, letras, atitudes, performance, criatividade e acima de tudo, pegada do bom e velho rock´n´roll.

O que a Seletiva Tendencies Rock tem a ver com o movimento grunge de Seattle? Nada! E tudo a ver. Vejamos através da ótica no Nirvana. Que comparação, hein?
É pelo seguinte: o movimento grunge era de Seattle, mas a banda mais representativa não era de lá, era de uma cidade interiorana bem próxima chamada Aberdeen.

A banda Nirvana não era de Seattle, era de um interior mais fudido ainda. Então veja bem, uma Seletiva que acontece numa capital onde as bandas de maiores destaques são interioranas, maravilha, isso enche a minha alma de glamour; pelo seguinte: Alice In Chains, Pearl Jam, Soundgarden, Mudhoney, Melvins são bandas maravilhosas, mas não é o Nirvana e nunca vão ser, ou seja, Nirvana é uma banda que veio de uma de província para fazer historia em uma cidade que já vendia etiquetas, mas que foi na verdade o maior produto.
Agora, antes de me xingarem nos comentários, lembrem-se na real como era a banda Nirvana ao vivo, e ainda, ouçam a aguçada pincelada de agressividade que o som da banda provoca. Rock do bom Nego!

Meros Berros. Juntando letra, melodia e virulência, têm-se uma banda com identidade própria. O que encanta nesta é o fato de ser melodico e romantica, mas sarcástica e forte ao mesmo tempo.

Vendo bandas como aquela porra de Cranium Bash (o menino faz UAHHHHHHHHHHH o tempo todo, mas de metal mesmo só ferrugem) que eu achei que iria me convencer ao vivo, mas que na verdade só me gerou mais decepção do que eu havia ouvido no Bandas de Garagem, e, logo depois, Vento Azul, uma banda responsável e boa, mas que só me vez entender que esse rock oitentista intelectualizado já não tem nada a ver com o nosso tempo, e outra, se não fizerem um cd logo pelo menos parecido com o ARAGUAIA vai ser dificil arrancar suspiros de uma galera que já os conhecem pelo folk rock de prima.

Meros Berros e Poetas do Caos surgem em um momento mais ou menos parecido como aquele em que Nirvana nasceu, onde, enquanto todos esperavam mais do mesmo, acabaram por apresentar NOVIDADE DE VERDADE. Que se foda, não estou falando de virtuosismo de guitarras, nem de METRALHADORES DE PRATOS DE BATERIA. São bandas com poesias de verdade, humildade e sinceridade naquilo que fazem. Que sirva de lição.

Eu sei, até essas bandas convocaram os amigos para votarem nelas, mas digamos que se essa seletiva não dependesse de amigos, e, simplesmente do reconhecimento do que de fato é verdadeiro, eis ai as duas bandas selecionadas: MEROS BERROS e POETAS DO CAOS.
Não estou descaracterizando as outras bandas, reconhecimento seja dado, mas, porra, vamos colocar os pingos no í, do jeito que as coisas estão por aqui, assim como Seattle, a vez é de quem vem do interior.

Se nessa seletiva não tiver MEROS BERROS ou POETAS DO CAOS, vai tomar no cú toda a corja que cerca esse movimentinho de merda, é mais uma falácia.

Justiça seja feita a quem não tem guitarras caras e amigos interessantes. Acabou, pra mim a Seletiva Tendencies Rock foi muito boa. E ai vai o meu voto: MEROS BERROS e POETAS DO CAOS. Amém!

6 comentários:

vivoverde disse...

Há... tá com a lingua afiada em amigo ha ha ha! mas tudo bem .. eu gostei de algumas bandas também a Crisium Bash .. na boa me surpriendeu ... é de mais para aquele bado de "meninos" tocarem .. eu gostei pra caralho ...

O Mata-Burro mais uma vez fez aquele show que nós já conhecemos e adimiramos, sem contar com os sempre improvisos e conversas no palco rs .

Os caras do meros berros... boa ...

Os meninos do Vertikal me surpriendeu . tb .. é um estilo que a galera lá do Bar n gosta muito .. mas eles tocaram muito bem .. mesmo apenas com 3 integrantes .. acho q é isto q tem q contar em uma seletiva ..

meu voto ... há eu ecolhi bem ... coisa de amigos mesmo rs

Mas tudo bem ... o evento foi show de bola :D gostei ^^

chau ^^

reuel disse...

Queria ter ido nesse carai¬¬...ainda não vi poetas do caos ao vivo...mas verei...te juro...hauiahuiaha...¬¬...; ]

NAUSEARRÉIA ZINEBLOG disse...

Acho que seus critérios são questões de gosto pessoal mesmo. Gosto muito do Poetas do Caos, inclusive acho que é a única banda do estado que toca com influências diretas de rock n roll e uma das mais criativas. Mas também reconheço o esforço do Cranium Bash. Não dá pra comparar com bandas de outros estilos. Não gosto de metal, mas o show deles é muito bom perto do Clamor, Obitus Post e outras no mesmo esquema. A galera que curte o som gritava os "hey hey hey" junto com a banda. Só pra avisar, esse foi só o segundo show deles e todos são meninos ainda.
Votei no Mata-Burro e no Poetas.

Bauducco

Miller disse...

E viva a liberdade de expressão!
só lembrando é sempre bão falar de mais ^^ (mas respeito é bão tambem! xD)
abraço amigo "blogger".

ctba disse...

Concordo com Nausearreia!!!!!

MILNE disse...

Lamento quando vejo uma revista dita especializada tecer comentários do tipo Banda de Merda, podem até nao gostar de uma ou outra banda, mais baixar o nivel assim!!! Tomá no cú..sei que a linguagem no rock é sempre carregada e livre, mais para um analista, com certeza outras expresões dizendo o mesmo tomá no cú, de forma mais leve. Será que é isso mesmo? Estão certos? de estarem certos?

Seguidores

Revista Palmito City

Minha foto

Revista Intolerante é um blog tocantinenses que trata de cultura e ponto de vista. Sempre abrangendo os trabalhos de artistas marginais e emitindo ponto de vista de vários aspectos sociais.